quarta-feira, 25 de novembro de 2009

#Vida E Velas

Ontem foi o teu aniversário. E, apesar de agora, o primeiro beijinho depois de soprar as velas, pertencer ao teu marido, a nossa família continua igual.
Quando eras criança tinhas dois bolos. O que a Avó te fazia, e o que a Mãe comprava. Normalmente, um deles era para eu apagar as velas depois de ti, porque sou a mais nova, e então, pelo facto de teres tido o descaramento de nascer uns anos antes, sentia-me muito injustiçada. O mínimo que se esperava, como é óbvio, é que dividisses comigo o protagonismo familiar do teu dia de anos. Obrigações de irmã mais velha...
Agora que já consigo conviver pacificamente com a questão cronológica faternal, agora que continuamos irmãs, e, dizem, sermos duas adultas, permanece tudo igual. Tiveste na mesma dois bolos. O que eu te fiz - em jeito de arrependimento pelos anos de apropriação pasteleira - e um outro que a Mãe te comprou, descrente nos meus dotes de pastelaria.
Há coisas que nunca mudam. Nem devem. Carregam uma reconfortante repetição. Os anos passam, e tu continuas a ter dois bolos.
PARABÉNS MANA!
Somos as duas adultas agora, e o primeiro beijinho depois dos parabéns, é, merecidamente, do teu marido. Mas naquele momento em que só tu percebeste o meu sarcasmo, em que rimos só nós as duas, alheadas ao resto da mesa intrigada, naqueles minutos que nos faltava o ar e o nosso olhar era de cúmplice entendimento, eu percebi que ontem fomos crianças, hoje somos adultas e amanhã seremos velhinhas, mas os nossos estados de espírito, serão uma constante correspondência eterna.
Só por isso, quando eu tiver um marido, dou-lhe o segundo beijinho. O primeiro, esse, será sempre teu.

18 comentários:

Anónimo disse...

Distraída...O 1º foi teu,o último do marido.

Algoritmo Perfeito disse...

Pronto. Já tinhas o protagonismo do teu dia de anos todo para ti de volta. Eu já aceitei isso. Posso pelo menos ficar com os holofotes de irmã desgraçadinha preterida? ;)

A disse...

ok, mas tu fazes anos no mesmo dia, ou é só mesmo coisa de irmão mais novo? é que eu, mesmo sendo o mais novo tentava aproveitar os anos do meu irmão ao máximo, comendo tanto bolo como humanamente possível!

Algoritmo Perfeito disse...

Não não, tenho o meu próprio dia de anos! O qual faço o favor de não dividir com nenhum familiar. No entanto, gosto de cumprir bem o papel que o destino me reservou, e a qualidade de mais nova requer exigência de igual protagonismo no aniversário, estatuto de maior benevolência educacional e hierarquia mais permissiva. Detalhezinhos mais que merecidos, tendo em conta a usual tirania dos irmãos mais velhos - mecanismos de autoregulação do sistema, a fim de facilitar a convivência no seio da sociedade familiar :)
Quanto a comer bolo "como se não houvesse amanhã", sim, sim, era uma criança despreocupada com calorias. Hoje em dia, a idade já não me permite esses devaneios gastronómicos...
Chamar-lhe dietas parece-me muito redutor, como se as mulheres vivessem em função da balança. Quão falso! Quão espartano juízo! É tudo prevenção de uma eventual diabetes! ;)

A disse...

uau, simplesmente uau! gostei particularmente da parte "quão espartano juízo!". estou em pulgas por usar essa numa conversa, imagino que será na próxima reunião com o meu chefe!

Algoritmo Perfeito disse...

Podes incluir na eventual conversa, um parêntesis com o link do meu blogue ;) em jeito de retribuição pela minha atitude não errada.
Arriscaria dizer que o teu comentário transpira ironia. Mas como estou sempre a dizer coisas erradas, possivelmente foi só impressão minha.

A disse...

sério que não. :)

A disse...

eu transpareço é entusiasmo!

A disse...

*transpiro

Algoritmo Perfeito disse...

Transpirar entusiasmo faz queimar calorias? É que se assim for, ontem podia ter comido 10 bolos! Sou uma entusiasta nata! :)

A disse...

depende! colocar um '!' no final de cada frase, queima quantas calorias!?

Algoritmo Perfeito disse...

*entusiasmo é bom, não é? :) Obrigada!

Algoritmo Perfeito disse...

Não sei, nunca pensei em converter valores energéticos em unidades de esforço gramatical. Vou debruçar-me sobre essa tabela de equivalências, parece-me promissora!!! (3, para o caso de querer comer mais uma fatia do bolo que sobrou ontem :)

A disse...

se houvesse uma relação, acho que já tinha desaparecido, à quantidade de vezes que meto isto !

Algoritmo Perfeito disse...

Estás portanto a afirmar que, para além do "adoro" e do "prefiro", também és um perdulário nos "!".
Quer dizer, uma pessoa já nem pode confiar no "cyber-entusiasmo"...

A disse...

eu sou, simplesmente, uma daquelas pessoas na qual não se pode fazer confiança.

Algoritmo Perfeito disse...

Isso parece-me um execesso de auto-confiança. Só alguém muito seguro ousa afirmar-se inconstante

A disse...

estou muito seguro da minha insegurança.